Como montar uma lavanderia: Custos mensais

No post anterior, nós introduzimos o assunto de como montar uma lavanderia de pequeno ou médio porte.

Neste artigo, nós vamos explorar melhor os custos mensais de uma lavanderia e como gerenciá-los.

Custos fixos x custos variáveis

Antes de mais nada, vamos definir o que são custos fixos e custos variáveis.

Numa empresa, o custo variável são aquelas despesas relacionadas à realização do serviço ou produção do produto. Em uma lavanderia, por exemplo, o custo de manutenção das máquinas, os funcionários que trabalham na produção, a água e energia elétrica gastas pelas máquinas são os custos variáveis. Ela se chama variável porque, se você aumentar a produção, esse custo aumenta.

De outra forma, os custos fixos são aqueles gastos necessários para dar suporte ao negócio. O telefone da recepcionista, a energia usada pelos computadores e recepção, material de escritório, são exemplos de custos fixos. Não importa se tem muito ou pouco serviço no mês, esses custos normalmente são os mesmos.

É importante saber esses conceitos porque isso ajuda a gerenciar melhor os gastos e a definir um preço de serviço.

Aluguel e/ou condomínio

Este é um custo fixo que não tem muito como escapar. A não ser que o ponto seja seu (por exemplo, sua lavanderia é na sua casa), você vai ter que pagar aluguel, e se for em shopping, terá que pagar condomínio.

Máquinas e equipamentos

Primeiramente, você tem o custo de aquisição das máquinas. Dependendo do tamanho do negócio, isso pode variar de cerca de R$ 5.000,00 a R$ 1.000.000,00.

Mas é importante lembrar que nenhuma máquina é perfeita, e eventualmente elas quebram. Neste caso, você precisa calcular o custo de manutenção preventiva que essas máquinas têm, usando os valores para técnicos, peças e suprimentos.

Também deve-se lembrar que o maquinário não dura para sempre e eles tem uma depreciação ano a ano. A depreciação é o quanto este equipamento perde de valor até o ponto em que ele deixa de servir ao ser propósito. Neste momento, é necessário se desfazer do equipamento antigo e comprar um novo. 

A grande diferença nos equipamentos profissionais das máquinas de lavar caseiras está no custo de manutenção e na depreciação. Máquinas de lavar caseira, mesmo as muito caras, não são preparadas para funcionar 8 horas por dia, 22 dias por mês. Isso resulta em um ritmo crescente de paradas para manutenção, troca de peças caras e até mesmo fim precoce da vida útil. Conforme seu negócio for crescendo, considere trocar os equipamentos para máquinas profissionais. O preço inicial é bem alto, mas são equipamentos que vão durar anos com muita carga de trabalho.

Energia elétrica e água

Essas são os dois maiores custos de uma lavanderia.

Novamente, existe uma diferença entre os equipamentos caseiros e profissionais. Equipamentos profissionais tendem a gastar menos água e energia. Diz-se que são mais eficientes.

Mais um detalhe: para secadoras, prefira as secadoras a gás. São mais caras, mas mais acabam gastando menos que as secadoras a eletricidade.

Produtos de limpeza e químicos

Estes são custos recorrentes e você precisa manter um estoque dos químicos usados na limpeza. Saponáceos, alvejantes, amaciantes e outros produtos são compras recorrentes em uma lavanderia.

Funcionários

É preciso contabilizar o salário de todos os funcionários que vão trabalhar na lavanderia. Existem duas coisas muito importantes a serem mencionadas aqui.

Primeiro, você precisa incluir seu salário, se você trabalha ativamente da empresa. Isso é chamado de pró-labore. É muito comum no Brasil os donos de empresa misturarem as contas da empresa das contas pessoais do dono. Isso acaba virando uma bagunça contábil e não por acaso, o governo pode punir duramente quem faz isso. A não ser que você seja MEI, não faça isso! Tenha seu salário e retire apenas o seu salário por mês. Uma vez por ano você poderá realizar lucro da empresa e fazer uma retirada maior, mas até lá, sobreviva apenas com seu salário.

Outra coisa é que os custos com funcionário não se restringem somente em salário. Existe uma infinidade de impostos, taxas e contribuições que o dono da empresa precisa arcar para cada funcionário. Este é um assunto bastante grande e vamos tratar melhor em um post futuro.

Outros custos administrativos

Material de escritório como papel, grampo, caneta, carimbos, recibos, energia elétrica da recepção, computadores, manutenção dos computadores, telefone e Internet, custos do carro de entrega (financiamento, combustível, impostos, estacionamento), publicidade e marketing…

Todos esses custos que não estão relacionados com a produção em si, mas são necessários para a realização do trabalho, devem ser levados em conta.

Impostos

Não tem jeito, se você quer ter um negócio legalizado e duradouro, você vai precisar pagar impostos regularmente.

Os principais impostos mensais são:

  • Simples (para micro e pequenas lavanderias)
  • ISSQN
  • Previdência Social dos funcionários
  • Imposto de Renda dos funcionários

Anualmente existem ainda outras taxas como Alvará de Funcionamento e Contribuição Social sobre Lucro Líquido.

Se você é MEI, então os custos com impostos são muito menores. Vale a pena ser MEI até começar a faturar acima do limite de R$ 7.000,00 mensais. Saiba mais sobre o MEI clicando aqui.

Mas se você não é MEI, é obrigatório a contratação de um contador para cuidar da contabilidade da empresa. Contadores normalmente cobram uma fração de um salário mínimo como emolumento.

Juntando tudo

A seguir, listamos todos os custos mensais que uma lavanderia tem:

  • Custos operacionais
    • Água
    • Energia
    • Gás
    • Funcionários de produção
    • Depreciação de equipamentos
  • Despesas administrativas
    • Aluguel
    • Assessorias e associações
    • Automóvel (caso possua transporte próprio para entrega)
      • Combustível
      • Financiamento
      • Impostos
      • Multas
    • Cartório
    • Contador
    • Combustível
    • Correios
    • Cursos e treinamentos
    • Empréstimos (juros)
    • Encargos com funcionários
      • Transporte
      • Alimentação
      • INSS
      • FGTS
      • Salários
    • Entregas
    • Equipamentos
      • Manutenção
      • Depreciação
      • Aquisição
    • Impostos e taxas
      • Alvará
      • IPTU
      • IRRF
      • PIS
    • Telefone e Internet
    • Licença de softwares
    • Limpeza
    • Material de escritório
    • Mercado
    • Publicidade
    • Pró-labore
    • Reformas
    • Seguros
    • Vigia
  • Impostos
    • Cofins
    • Simples
    • CSLL
    • ICMS
    • ISSQN
    • IRPJ

Deixe uma resposta